Bem vindx à Selva !

Album "tudo que move é sagrado" já disponível!
ComprarOuvir

SOBRE

Samuca e a Selva é um coletivo musical que é fruto da união entre o cantor e compositor Samuel Samuca a um grupo de músicos de projetos de sucesso na cena da música contemporânea de São Paulo: Victor Fão, Bio Bonato, Fabio José e Guilherme Nakata, da Nomade Orquestra; Felippe Pipeta, da OBMJ além de Allan Spirandelli, Kiko Bonato, Léo Malagrino e Lucas Coimbra completando o decateto. Juntos desde 2014, o grupo vêm conquistando público e crítica com um trabalho que mescla suas canções à influência da música regional brasileira, jazz e world music em apresentações sempre marcantes por seu vigor e carisma. O álbum de estreia, Madurar (2016, YbMusic), rendeu à banda indicação para o 28o Prêmio da Música Brasileira em 2017 como melhor grupo na categoria canção popular.

‘Tudo que move é sagrado’ apresenta um painel bem representativo da obra de Ronaldo Bastos Ribeiro, um dos letristas mais importantes da música do Brasil, nascido em 1948, em Icaraí, na então paradisíaca Niterói, RJ. Nele, estão canções que marcaram os últimos quarenta anos da música brasileira e que comprovam a versatilidade dos versos de Bastos, nos clássicos, na fase Clube da Esquina, nas parcerias e nos sucessos mais populares. “O que era pra ser um tributo se transformou numa grande celebração em torno do conjunto de suas canções. “Foram duas semanas dentro do estúdio, com o Samuca liderando uma turma maravilhosa de músicos e convidados, todos abertos às minhas idiossincrasias e opiniões, mas também com contribuições individuais a partir de suas próprias referências musicais”, diz Mauricio Tagliari. ‘Tudo o que move…’ é um disco atual, contemporâneo, que atravessa gerações e que mostra a originalidade e pluralidade de Ronaldo Bastos para a música do Brasil.

AGENDA

vIDEOS

Contato

Para shows, dúvidas, sugestões, e elogios entre em contato conosco.

newsletter

Receba o conteúdo exclusivo da Selva, assine o nosso newsletter. 
Samuca e a Selva, todos os direitos reservados.