SOBRE

Oyá, orixá dos ventos e das tempestades, é nossa homenageada. Guerreira de energia forte se aproxima mais dos terrenos consagrados tradicionalmente ao homem, assim como nos tambores das tradições afro brasileiras e indígenas, onde a presença feminina não é muito comum e em alguns casos nem é permitida. O trio é formado por mulheres que somam a força da percussão com a energia do sagrado feminino. O coco de roda é a maior influência rítmica, um estilo de origem discutível, muito conhecido no Nordeste, e disseminado culturalmente através do Quilombo dos Palmares, o nome é por conta do ritmo, inspirado na quebra do coco para retirada de amêndoas e sua forma musical é cantada acompanhada apenas por percussão.
Porém outros ritmos da cultura tradicional como coco rural, da zona da mata norte de Pernambuco, o Baianá alagoano e a Ciranda praieira estão presentes no repertório. Com canções autorais e cantigas da cultura tradicional. Com Rafaella Nepomuceno, voz, alfaia e voz, Kelli Garcia , vocal, ganzá, maracas e tamancos, Sthe Araujo, voz, caixa e atabaque.

AGENDA

Agenda Completa:

02/08| Jai Club |São Paulo-SP

16/08| Jai Clube | São Paulo-SP

23/08| Jai Club |Coco de Oya encontra Feminine HIFI|São Paulo-SP

18/08| Galpão Ladeira das Artes  |Rio de Janeiro-RJ

 

LOJA (EM BREVE)

vIDEOS

Contato

Para shows, dúvidas, sugestões, e elogios entre em contato conosco.

newsletter

Receba o conteúdo exclusivo do coco de oyá, assine o nosso newsletter.